Inseminação Intrauterina é um tratamento de Reprodução Humana Assistida que consta na introdução de espermatozoides previamente selecionados e preparados no útero da paciente.

O tratamento é indicado para os casos de Infertilidade por fator masculino leve e moderado. Em alguns casos de Infertilidade Sem Causa Aparente também pode ser indicado.

Inicialmente, realizamos a indução da ovulação com hormônios para aumentarmos o número de folículos em crescimento e consequentemente o número de óvulos disponíveis para os espermatozoides. Assim, esperamos aumentar a chance de que algum deles seja fecundado.

O crescimento dos folículos é acompanhado através da ultrasonografia endovaginal e, quando os folículos atingem o tamanho desejado, uma outro hormônio (hCG) é administrado para levar à rotura folicular – ovulação.

Próximo ao momento da ovulação, o marido colhe uma amostra de sêmen que é especialmente preparada e os espermatozoides selecionados são colocados em um cateter e gentilmente inseridos no útero, para que alcancem as trompas, onde deverão encontrar os óvulos e  fecundá-los.

São selecionados os espermatozoides mais aptos e em melhores condições para alcançar os óvulos. Esse tratamento é indicado em casos de alteração leve ou moderada no espermograma ou em casos de infertilidade sem causa aparente.

Perguntas e Respostas Frequentes
QUAL A CHANCE DE GRAVIDEZ COM O TRATAMENTO?

Os índices de sucesso deste método são de 10% a 20% por ciclo.

As chances de gravidez podem chegar a 30-40% se o casal realizar 3 tentativas.

Quais os riscos do tratamento?

Esse tratamento oferece poucos riscos. Como a indução é feita de forma leve, isto é, para se conseguir o desenvolvimento de poucos folículos, o risco de uma gravidez múltipla é muito pequeno.

Como não é um método invasivo, não existem risco diretos do procedimento.

Você possui mais dúvidas?

Participe do Fórum da Clínica Origen, veja perguntas feitas por visitantes e interaja conosco! Clique aqui.

Essas informações também lhe serão úteis: