Fechar
Icone Newsletter
Endometriose | Conheça os sintomas e tratamentos

Garanta o seu e-book grátis sobre endometriose agora e saiba tudo sobre os sintomas e os tratamentos existentes.

Clique aqui e confira mais e-books gratuitos como, Entenda a infertilidade feminina e guia sobre a fertilização in vitro.
Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 99827-2517 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850

agendamento de consulta

Qual a relação entre obesidade e infertilidade masculina?

Qual a relação entre obesidade e infertilidade masculina?

A obesidade já afeta cerca de 37% da população mundial, segundo a OMS.

Essa condição traz o risco de um conjunto de doenças conhecido como síndrome metabólica. Outra preocupação é a relação entre obesidade e infertilidade masculina. A infertilidade masculina vem crescendo em todo o mundo, independentemente de fatores como origem social ou étnica. Estudos correlacionam esse aumento às crescentes taxas de obesidade.

Neste artigo, vamos explicar como a obesidade e a infertilidade masculina estão atreladas e quais seriam as possíveis soluções para esse problema. Acompanhe!

Sobrepeso e obesidade

Para determinar se o indivíduo está no peso ideal para a sua altura, é preciso calcular o Índice de Massa Corpórea (IMC). A conta é simples: peso (kg) / altura² (m). As pessoas com peso normal têm o IMC entre 18 e 25. Considera-se sobrepeso a faixa de 25 a 30 e obesidade se o IMC for maior que 30.

O excesso de peso pode resultar de vários fatores: má alimentação, sedentarismo, causas genéticas e metabólicas. Por isso, a solução costuma envolver equipes multiprofissionais no auxílio desse paciente.

As consequências do sobrepeso e da obesidade são tão amplas que tais condições se tornaram um problema de saúde pública.

Obesidade e infertilidade masculina

Somente nos últimos 20 anos as pesquisas passaram a estudar o excesso de peso como causa da infertilidade masculina. Entre os efeitos da obesidade estão alterações hormonais, do sono e acúmulo de gordura na região do púbis.

As alterações hormonais se refletem na libido e na produção de espermatozoides. Vários estudos mostram que essas alterações são proporcionais ao excesso de peso. Segundo Belloc et al. (2011), nos homens com obesidade mórbida (IMC acima de 40) é comum a azoospermia — ausência de espermatozoides no sêmen. Porém, não há consenso quanto a alterações na motilidade dos espermatozoides.

Outro aspecto preocupante é a integridade do DNA, que aparece bastante comprometida nos gametas de homens obesos, como relatam Chavarro et al. (2010). Essa deterioração parece estar relacionada à indução de estresse oxidativo e ao aumento da temperatura escrotal provocados pela gordura na região do púbis.

Esses efeitos também prejudicam as tentativas de reprodução assistida. Mesmo com o uso de técnicas como fertilização in vitro (FIV) com ICSI (injeção intracitoplasmática), as chances de uma gravidez bem-sucedida são muito menores.

Possíveis tratamentos

A solução é perder peso. Para tanto, o homem deve procurar ajuda especializada.

Nos casos em que ele apresenta obesidade mórbida, é indicada a cirurgia bariátrica. Porém, esses pacientes nem sempre recuperam a fertilidade. Acredita-se que as alterações nutricionais pós-operatórias seriam responsáveis pela piora na quantidade e qualidade do esperma. Assim, é aconselhável fazer a avaliação seminal e o congelamento do esperma, antes da bariátrica.

Por outro lado, a perda de peso gradual tem se mostrado muito eficiente na recuperação da fertilidade de homens com sobrepeso ou obesos. Para garantir o emagrecimento com saúde, é importante fazer o acompanhamento com uma equipe multidisciplinar que conte com nutricionista, endocrinologista, profissionais de educação física, cardiologista e ortopedista.

A obesidade desencadeia outras doenças e se tornou uma questão de saúde pública. Em paralelo a isso, os problemas de infertilidade vêm crescendo de forma preocupante em todo o mundo.

Com a clara relação entre obesidade e infertilidade masculina é preciso que mais homens se conscientizem e possam ter maiores chances de alcançar a tão sonhada paternidade.

Compartilhe este post nas suas redes sociais e alerte mais pessoas sobre este assunto!

Qual a relação entre obesidade e infertilidade masculina?
Avalie esse artigo:

Compartilhe:

Tags:

Categorias:

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de

ÚLTIMA DO BLOG Ver todos os posts
Quais são os principais sintomas do aborto?

Uma em cada seis mulheres sofre aborto espontâneo, uma das complicações mais comuns do primeiro trimestre da gravidez. As causas mais comuns associadas à perda de gravidez são as malformações uterinas e as alterações genéticas. Em uma grande parte das […]

Leia mais
Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco