Fechar
Icone Newsletter
Endometriose | Conheça os sintomas e tratamentos

Garanta o seu e-book grátis sobre endometriose agora e saiba tudo sobre os sintomas e os tratamentos existentes.

Clique aqui e confira mais e-books gratuitos como, Entenda a infertilidade feminina e guia sobre a fertilização in vitro.
Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 99827-2517 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850

agendamento de consulta

A síndrome de Turner e a infertilidade feminina. Entenda!

A síndrome de Turner e a infertilidade feminina. Entenda!

A síndrome de Turner é uma doença cromossômica causada pela ausência de um cromossomo X.

Neste post, saberemos o que é a síndrome de Turner e qual a sua relação com a infertilidade da mulher. Acompanhe!

O que é síndrome de Turner?

A síndrome recebeu este nome por ter sido descoberta por Henry Turner e ocorre quando o par de cromossomos X não é normal, apresentando um cromossomo X parcial ou ausente. Ela causa uma série de problemas no desenvolvimento do indivíduo, como baixa estatura, malformações cardíacas, dificuldade de iniciar a puberdade e infertilidade.

Os seus sinais variam muito, pois depende se o cariótipo apresentará mosaicismo — alteração presente em parte das células — ou alteração em todas as células. Veja alguns:

A síndrome de Turner pode ser diagnosticada antes mesmo do nascimento, por meio do pré-natal. Atualmente, é possível diagnosticar a monossomia do cromossomo X do feto logo na 9ª semana de gestação com apenas uma coleta de sangue materno periférico.

O seu diagnóstico é dado por exame de cariótipo.

Qual a relação da doença com a fertilidade feminina?

Pelo fato de os ovários das mulheres com síndrome de Turner serem rudimentares, eles não têm óvulos e assim elas são inférteis.

Os casos de mosaicismo podem ter óvulos, mas em uma quantidade muito reduzida. Quando ocorre a gravidez, existe um risco aumentado de abortamento em casos de homens ou mesmo de ter filhas com a mesma síndrome.

A doação de óvulos é a melhor alternativa para as mulheres com a síndrome de Turner conseguirem engravidar.

Nos casos de mosaicismo, a fertilização in vitro (FIV) associada ao PGD irá reduzir o risco de transmissão da síndrome e o risco de aborto.

Em síntese, a síndrome de Turner está associada à infertilidade pela ausência ou redução extrema na quantidade de óvulos. Existem tratamentos capazes de fazer com o que o sonho de ser mãe vire realidade.

Gostou do post? Continue sua visita e aproveite para assinar nossa newsletter e receber todas as atualizações em sua caixa de entrada!

A síndrome de Turner e a infertilidade feminina. Entenda!
Avalie esse artigo:

Compartilhe:

Tags:

Categorias:

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de

ÚLTIMA DO BLOG Ver todos os posts
Quais são os principais sintomas do aborto?

Uma em cada seis mulheres sofre aborto espontâneo, uma das complicações mais comuns do primeiro trimestre da gravidez. As causas mais comuns associadas à perda de gravidez são as malformações uterinas e as alterações genéticas. Em uma grande parte das […]

Leia mais
Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco