agendamento de consulta

Criopreservação de Óvulos: por que eu devo congelar meus óvulos?

Criopreservação de Óvulos: por que eu devo congelar meus óvulos?

Criopreservação de Óvulos: por que eu devo congelar meus óvulos?
Avalie esse artigo:

As mulheres vêm, cada vez mais, ocupando o mercado de trabalho e em 2016 já estavam ocupando 44% dos postos existentes no Brasil. Por trás desses números há alguns efeitos secundários importantes a serem analisados.

Uma das consequências é que a mulher está demorando mais tempo para ter filhos.

A má notícia é que elas nascem com um número definido de óvulos, o que significa que são finitos e têm prazo de validade preestabelecido pela própria genética individual.

A boa noticia é que hoje podemos contar com a criopreservação de óvulos, e isso não altera em nada a qualidade com que foram congelados.

Neste artigo, você saberá mais sobre essa técnica que vem se tornando cada vez mais presente na vida de diversas mulheres ao redor do mundo. Vamos lá?

O que é a criopreservação?

A criopreservação é uma forma de preservar células em temperaturas muito baixas, mais especificamente a 196ºC negativos. É uma maneira de conservar os óvulos por um determinado período de tempo, para que eles possam ser utilizados no futuro.

O primeiro bebê que nasceu de um embrião criopreservado foi na década de 80, portanto é uma técnica utilizada há muito tempo e já consagrada pela medicina.

Como é realizada a criopreservação de óvulos?

A primeira coisa é procurar por um médico especialista na área, que sanará todas as suas dúvidas e realizará os exames necessários antes de fazer a criopreservação.

Essa análise identificará sua reserva de óvulos e indicará o seu tratamento.

É realizada uma indução de ovulação para que vários folículos se desenvolvam e vários óvulos possam ser coletados, por aspiração folicular. É um procedimento simples e rápido, que dura cerca de 5 a 15 minutos e requer sedação.

Após a identificação dos óvulos, adiciona-se um solução crioprotetora, para que não ocorra a formação de cristais de gelo dentro deles que poderiam lesar tanto o citoplasma, a membrana ou o núcleo. Em seguida, os mesmos são levados ao nitrogênio líquido, em um processo chamado de vitrificação. Esse congelamento apresenta resultados de gravidez similares aos obtidos com óvulos frescos,

Quais os benefícios da criopreservação?

1. Melhor planejamento

Para que a criança, ao nascer, encontre um ambiente saudável, é essencial que ocorra um bom planejamento familiar, não só financeiro, mas também emocional.

2. Sem pressa para engravidar

A qualidade dos óvulos vai se modificando desde o nascimento e, a partir dos 35 anos, essa mudança levam a uma diminuição na chance de gravidez. Com a criopreservação, não é necessário ter pressa ou ficar excessivamente preocupada por não poder engravidar por conta da idade.

A mulher pode não ter o desejo ou condições de engravidar antes dos 35 anos. Com os óvulos congelados, nada impede que isso seja feito um pouco mais tarde, com a ideia já amadurecida e de forma muito mais tranquila.

3. Ocorre uma seleção de óvulos

É feito uma seleção com os óvulos com maiores chances de fecundar quando realizado o procedimento. Essa seleção influencia diretamente na taxa de sucesso.

Além disso, o médico também prepara o útero e através de exames identifica qual é o melhor momento para que o procedimento seja realizado.

No entanto é importante sempre ter em mente que não existe uma garantia de sucesso com o congelamento de óvulos. Esse procedimento aumenta  significativamente a chance de ser mãe quando a mulher achar seu momento ideal. As taxas de gravidez dependem da idade, quantidade e qualidade  dos óvulos sendo similares as obtidas com a Fertilização in Vitro (FIV).    Sempre converse com a equipe médica sobre as probabilidades de conseguir o objetivo final que é o “bebê em casa”.

Quer saber mais sobre a criopreservação de óvulos? Então confira o nosso post sobre congelamento de óvulos e de embriões e aproveite para tirar todas as suas dúvidas!

Avalie essa postagem:

Criopreservação de Óvulos: por que eu devo congelar meus óvulos?
Avalie esse artigo:

Compartilhe:

Tags:

Categorias:


ÚLTIMAS DO BLOG Ver todos os posts
Mito ou verdade: café pode provocar aborto?

Mito ou verdade: café pode provocar aborto?Avalie esse artigo: Durante a gravidez, ou até mesmo no preparo para a concepção, é comum que as futuras mães busquem uma alimentação mais balanceada e saudável, evitando substâncias que possam prejudicar a evolução da gestação e […]

Leia mais

Este post foi visto 112 vez(es).

Vitaminas e fertilidade masculina: conheça 4 que podem auxiliar

Vitaminas e fertilidade masculina: conheça 4 que podem auxiliarAvalie esse artigo: Os espermatozoides são produzidos nos testículos. O processo de produção e maturação demora cerca de 70 dias. Eles possuem algumas características específicas que são essenciais para sua qualidade e para a fertilidade. […]

Leia mais

Este post foi visto 109 vez(es).

Descubra o que é a síndrome de Klinefelter

Descubra o que é a síndrome de KlinefelterAvalie esse artigo: Pouco conhecida, a síndrome de Klinefelter está entre as causas de infertilidade masculina. Trata-se de uma alteração genética caracterizada pela presença de um cromossomo X extra no par sexual. Ou seja, […]

Leia mais

Este post foi visto 105 vez(es).

Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco