Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 99827-2517 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850 Manhuaçu - MG - (33) 98855-0015

agendamento de consulta

É possível fazer reversão de vasectomia?

É possível fazer reversão de vasectomia?

Quando o casal decide não ter mais filhos, a vasectomia surge como uma boa opção. Trata-se de um método contraceptivo seguro e definitivo que possibilita a esterilização masculina.

A cirurgia consiste na obstrução dos canais deferentes. Dessa forma, a passagem dos espermatozoides fica impossibilitada. Vale frisar que o sêmen continua sendo ejaculado durante as relações sexuais, porém sem a presença dos gametas.

Mesmo sendo um método definitivo, há casos em que o homem muda de ideia e decide ter mais filhos. Graças aos avanços da medicina, isso é possível, em muitos casos, com a cirurgia de reversão de vasectomia. Entenda mais sobre esse assunto.

O que é reversão de vasectomia?

reversão de vasectomia é cada vez mais procurada. Diversos motivos levam os homens a buscar o procedimento. O objetivo da cirurgia é permitir novamente a passagem dos espermatozoides pelos canais deferentes e, assim, possibilitar a gravidez.

Devido às dimensões dos canais, o procedimento é feito com o auxílio de um microscópio e de fios cirúrgicos bem finos, que farão a ligação das partes que foram obstruídas. Assim existe uma chance alta de o homem recuperar a fertilidade.

Para quem a cirurgia é indicada?

A reversão de vasectomia é indicada, geralmente, para restaurar a fertilidade masculina. O mais recomendado, no entanto, é que não tenham se passado mais de cinco anos da cirurgia e que a parceira não tenha mais do que 35 anos.

Essa recomendação é feita porque, conforme o tempo passa, ocorre um processo de fibrose — quando obstruções são criadas abaixo de onde foi feito o rompimento do canal deferente, reduzindo as chances de sucesso.

No entanto, é preciso que a parceira também seja avaliada. Só assim é possível saber se existem outros fatores associados à infertilidade feminina, como tubas alteradas. Nesse caso, a reversão não é o tratamento mais indicado para quem não consegue engravidar.

Quais são os motivos mais comuns para fazer a cirurgia?

No Brasil, a procura da reversão de vasectomia é cada vez mais comum. A justificativa mais frequente dos homens é quando há o divórcio ou um novo casamento. O outro motivo é o desejo de ter mais um filho no casamento atual. Além deles, destacamos também:

O homem pode recuperar a fertilidade normalmente?

Quanto às taxas de sucesso, elas são de 97% de permeabilidade e 76% de gravidez em pacientes que fizeram a reversão depois de até três anos da primeira cirurgia. Já para os intervalos entre três e oito anos, as chances são de 88% e 53%, respectivamente.

Outro ponto que influencia na fertilidade do homem é a idade. De acordo com alguns estudos, após os 40 anos de idade, ela diminui. Além disso, é preciso avaliar o casal. O marido pode voltar a ter a sua fertilidade normal, mas a idade avançada da mulher, muitas vezes, interfere nas chances de gravidez.

É preciso ficar atento apenas à idade, tanto do casal quanto do tempo de cirurgia, e às condições de fertilidade da mulher. Dessa forma, as taxas de sucesso serão muito mais altas.

Nas situações em que não se indica a reversão da vasectomia, a FIV com ICSI e a aspiração do epidídimo são as melhores alternativas.

Gostou das informações? Então, compartilhe este post em suas redes sociais para que as suas amigas também saibam mais sobre a reversão de vasectomia!

Avalie esse artigo:

Compartilhe:

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de
Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco