Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 9979-01109 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850 Manhuaçu - MG - (33) 98855-0015

agendamento de consulta

Unidade Belo Horizonte | +55 (31) 2102-6363

Investigação da infertilidade masculina: conheça os detalhes

Investigação da infertilidade masculina: conheça os detalhes

Por muito tempo, a culpa pela dificuldade para engravidar era atribuída às mulheres. No entanto, sabemos que essa não é a realidade. O que ocorre é a infertilidade conjugal, onde o homem, a mulher ou os dois podem ter fatores relacionados com a infertilidade.

Por isso, como ambos os sexos possuem a mesma chance de ser infértil, o casal deve ser avaliado por um especialista ao perceber esse problema. A investigação da infertilidade masculina e feminina consiste em obter informações sobre o histórico clínico do casal e realizar alguns exames para identificar a causa e definir o melhor tratamento.

Durante a avaliação da saúde reprodutiva das mulheres, a paciente realiza exames de sangue, de dosagem hormonal e de imagem para identificar alterações que podem causar infertilidade.

A investigação da infertilidade masculina acaba sendo mais simples, porém, não menos importante. Por isso, neste artigo, vamos mostrar como ela é realizada. Boa leitura!

O que é infertilidade?

A infertilidade é considerada um problema de saúde pública, atingindo milhões de casais em todo o mundo. Ela é descrita como a dificuldade para engravidar após 12 meses de tentativas sem o uso de métodos contraceptivos. Se a mulher tiver mais que 35 anos, esse prazo diminui para 6 meses.

Ao perceber a dificuldade para engravidar, o casal deve procurar ajuda médica. A infertilidade é um problema conjugal, por isso, tanto o homem quanto a mulher devem ser avaliados.

De forma geral, 40% dos casos estão associados a fatores masculinos, 40% a femininos, 10% a ambos e, nos 10% restantes, não é possível descobrir a causa (o que chamamos de infertilidade sem causa aparente).

Para que a gravidez aconteça, vários fatores precisam estar alinhados. A mulher deve ovular, ou seja, liberar o óvulo para uma das tubas uterinas para encontrar o espermatozoide. Ao mesmo tempo, é esperado que o sêmen esteja normal para fecundar o óvulo.

Quando o assunto é a infertilidade masculina, sabemos que ela está relacionada a uma alteração na qualidade ou na quantidade de espermatozoides, o gameta masculino. Algumas causas têm tratamento e são reversíveis, porém, caso seja necessário, a reprodução assistida é indicada.

Quais são os exames mais solicitados na investigação da infertilidade masculina?

A investigação da infertilidade conjugal é um processo individualizado, por isso, os exames realizados variam de acordo com as particularidades de cada casal. Em comum, todos eles passam pelas etapas de consulta, anamnese, exame físico e exames complementares.

No caso dos homens, o espermograma está na lista de exames obrigatórios. Ele é um exame laboratorial cujo objetivo é avaliar a qualidade do sêmen, seguindo os critérios pré-estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A partir da amostra coletada é feita uma análise macro e microscópica. A primeira avalia as condições físicas do sêmen, como:

E alguns dos critérios microscópicos são:

Com o resultado do espermograma podemos identificar se existe alguma alteração seminal. Por exemplo, uma das principais causas de infertilidade masculina é a azoospermia, condição diagnosticada pela ausência de espermatozoides no sêmen ejaculado. Outros exames também podem ser solicitados, caso seja necessário.

Como é feito o diagnóstico da infertilidade masculina?

A partir da avaliação da saúde reprodutiva do casal é possível diagnosticar a causa da dificuldade para engravidar. O resultado dos exames, a anamnese e o histórico familiar fornecem as informações necessárias sobre o paciente para indicar o melhor tratamento.

A infertilidade masculina pode estar relacionada com a produção, o transporte ou a qualidade dos espermatozoides. A seguir, selecionamos as suas principais causas.

Varicocele

A varicocele é uma das causas mais comuns de infertilidade masculina. Ela é caracterizada pela dilatação anormal das veias espermáticas. Com isso, a temperatura da região testicular aumenta, afetando a produção dos espermatozoides.

Infecções

As infecções provocam um processo inflamatório no sistema reprodutor que interfere na produção e no transporte dos gametas masculinos. Entre as principais estão as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) como a clamídia e a gonorreia que, quando não são tratadas de forma adequada, podem causar problemas de infertilidade masculina.

As mais conhecidas são a orquite (infecção nos testículos), a prostatite (infecção na próstata), a epididimite (infecção nos epidídimos), entre outras.

Desequilíbrio hormonal

Os hormônios são muito importantes para o bom funcionamento do organismo. A presença de algum desequilíbrio na produção de testosterona, estrogênio ou problemas na tireoide podem dificultar a produção de espermatozoides.

Fatores genéticos

Algumas condições genéticas podem ocorrer devido a uma alteração cromossômica provocando um problema na qualidade ou na produção de espermatozoides. Elas também podem ser transmitidas para o feto e aumentam o risco de falhas na implantação do embrião e abortamento de repetição.

O sonho de aumentar a família pode ser mais difícil para alguns casais. Após 12 meses de tentativas sem sucesso, eles devem procurar ajuda médica para serem avaliados. A infertilidade masculina é feita com base no histórico do paciente, anamnese e exames, como o espermograma. Em comum, as causas da infertilidade masculina provocam uma alteração na qualidade ou na quantidade dos espermatozoides.

Para saber mais sobre esse tema, confira a nossa página sobre a infertilidade masculina!

Compartilhe:

Se inscrever
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x