Fechar
Icone Newsletter
Endometriose | Conheça os sintomas e tratamentos

Garanta o seu e-book grátis sobre endometriose agora e saiba tudo sobre os sintomas e os tratamentos existentes.

Clique aqui e confira mais e-books gratuitos como, Entenda a infertilidade feminina e guia sobre a fertilização in vitro.
Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 99827-2517 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850

agendamento de consulta

Já ouviu falar sobre a reversão de laqueadura?

Já ouviu falar sobre a reversão de laqueadura?

Muitas mulheres optam pela laqueadura (ou ligadura das tubas) como método contraceptivo definitivo. Mas, devido a algumas circunstâncias, como um novo casamento, a mulher pode querer recuperar a sua fertilidade fazendo a reversão de laqueadura.

Na cirurgia de laqueadura, as tubas uterinas são seccionadas ou fechadas com clipes, pontos ou por eletrocoagulação. O bloqueio desses canais impede que o espermatozoide chegue ao óvulo para fecundá-lo e modifica a função de transporte e nutrição do embrião.

A recuperação das tubas é possível, em alguns casos. Neste post, veremos quando a reversão de laqueadura é indicada, quais as chances de gravidez depois dessa cirurgia e as opções para quem não pode fazê-la.

Como a reversão de laqueadura recupera a fertilidade?

As tubas uterinas são canais com 3-5 mm de diâmetro. A reconstituição desses canais permite que os espermatozoides voltem a alcançar o óvulo para fecundá-lo e que a função de transporte e nutrição do embrião seja restabelecida.

As chances de gravidez natural após essa cirurgia variam entre 8% e 40%, dependendo das condições de fertilidade do casal antes da laqueadura. Em especial, a idade da mulher e a sua condição de saúde são consideradas para a indicação desse procedimento.

Para quem a reversão é indicada?

Se a laqueadura foi realizada há menos de cinco anos e a mulher tem até 35 anos, essa reversão pode ser indicada. Contudo, é preciso avaliar também as condições em que se encontram as tubas e a técnica utilizada na ligadura.

É fundamental que a região das fímbrias (porção final das tubas, próxima aos ovários) esteja íntegra. Além disso, o restante do canal não pode estar dilatado, doente ou mutilado.

O uso da técnica de Pomeroy na laqueadura é muito comum. Nessa técnica, é cortado um “anel” de cada tuba, criando duas novas extremidades nas bordas desse anel que precisam ser fechadas. Quanto maior for o comprimento desse “anel” retirado da tuba, piores serão as chances de reconstituir a tuba com sucesso na cirurgia.

Como é feita a reversão de laqueadura?

A preparação para a cirurgia inclui os exames que vão detectar outros possíveis problemas de fertilidade do homem ou da mulher e mais aqueles de rotina pré-operatórios (hemograma etc.).

Por meio de laparoscopia, é retirada a região de cicatriz nas tubas e as extremidades são religadas com pontos cirúrgicos. Então, a permeabilidade do canal é testada com o uso de um corante azul.

O procedimento requer anestesia geral, e a sua duração é de 2 a 4 horas. O período de internação pós-operatório é de cerca de 48 horas.

Em quanto tempo após a cirurgia é possível engravidar?

Ao se submeter à reversão, a mulher deve aguardar por 30 dias e só então iniciar as tentativas de engravidar naturalmente.

Quando a cirurgia é bem-sucedida, a mulher consegue engravidar após 6 a 12 meses. No entanto, as chances de gravidez ectópica (fora do útero) após a cirurgia são maiores do que as habituais.

Quais as alternativas para quem a reversão é contraindicada?

Após analisar o caso, o médico pode contraindicar a cirurgia de reversão. Entre os fatores já citados, a idade da mulher é muito importante, já que a fertilidade feminina diminui de forma mais acentuada após os 35 anos.

Contudo, se o útero estiver em condições de manter um embrião, o médico pode sugerir outras alternativas, como a fertilização in vitro (FIV). Essa também é a abordagem recomendada no caso de insucesso da reversão de laqueadura.

Se você fez a ligadura de tubas e agora deseja ter mais um filho, consulte um médico sobre a viabilidade de fazer a reversão de laqueadura. Como explicamos, as chances de sucesso dessa reversão são grandes, mas cada caso deve ser avaliado.

Gostou deste post? Assine a nossa newsletter e receba mais informações sobre tudo o que diz respeito à fertilidade.

Já ouviu falar sobre a reversão de laqueadura?
Avalie esse artigo:

Compartilhe:

Tags:

Categorias:

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de

ÚLTIMA DO BLOG Ver todos os posts
Quais são os principais sintomas do aborto?

Uma em cada seis mulheres sofre aborto espontâneo, uma das complicações mais comuns do primeiro trimestre da gravidez. As causas mais comuns associadas à perda de gravidez são as malformações uterinas e as alterações genéticas. Em uma grande parte das […]

Leia mais
Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco