agendamento de consulta

Quando devo recorrer à laparoscopia ginecológica?

Quando devo recorrer à laparoscopia ginecológica?

A laparoscopia ginecológica é um procedimento cirúrgico que avalia de forma completa e minuciosa as estruturas pélvicas da mulher. Ela é essencial para a obtenção de informações sobre afecções ginecológicas.

Mas quando recorrer a esse procedimento? Continue a leitura e entenda melhor essa intervenção!

O que é a laparoscopia ginecológica?

A laparoscopia ginecológica é uma cirurgia em que o médico faz pequenas incisões na região do umbigo e da virilha para realizar intervenções em problemas encontrados no sistema reprodutor feminino.

Tudo é acompanhado por meio de uma câmera conectada a um tubo, que processa as imagens internas do abdômen.

Hoje em dia, grande parte dos procedimentos pode ser feita pela laparoscopia ginecológica, que proporciona rápida recuperação e garante um diagnóstico seguro.

Qual é a sua finalidade médica?

A laparoscopia ginecológica serve para identificar e tratar alterações/doenças no útero, tubas uterinas e ovários. O procedimento também é a melhor forma de diagnosticar e tratar a endometriose.

Além disso, ela também é usada para remover aderências pélvicas.

Como o procedimento é realizado?

Primeiro, é realizado a anestesia geral na paciente. Em seguida, o cirurgião faz um pequeno corte no umbigo, pelo qual entra um tubo fino por onde passará uma câmera e luz (laparoscópio).

O aparelho transmite as imagens do interior do abdômen para uma tela, guiando o médico durante a cirurgia. Eventualmente, o cirurgião poderá colher amostras de tecidos para análise e fazer a cirurgia. Para isso, utiliza instrumentos de pequeno tamanho e que passam pelo tubo, até alcançar a lesão.

Em quais casos a laparoscopia ginecológica é indicada?

Esse procedimento é indicado para diversos tipos de problemas ginecológicos. Os mais comuns são:

Cisto ovariano

Os cistos são bolsas de líquido que se acumulam nos ovários, podendo ser malignos ou benignos, sendo comuns em jovens com idades entre 20 e 35 anos.

Em casos de cistos grandes e malignos e também de cistos de endometriose, a laparoscopia ginecológica é a melhor forma de operá-los.

Aderências

A cirurgia permite, com o uso de pequenas tesouras, liberar os órgãos que estão aderidos e cortar as aderências.

Mioma uterino

Frequente no trato genital feminino, o mioma uterino é um tumor benigno que pode aparecer em mulheres entre os 30 e os 40 anos de idade. Ele pode ser único ou múltiplo, além de poder ter diferentes tamanhos e ocupar diversas localizações no útero.

Não é sempre que a intervenção cirúrgica se faz necessária, mas os miomas que ficam na porção externa do útero podem ser retirados, para que o órgão seja conservado.

Endometriose

Doença definida pelo crescimento do tecido que reveste a cavidade uterina, a endometriose pode levar à dor pélvica crônica.

Há anos a laparoscopia ginecológica tem sido a melhor opção no tratamento cirúrgico, pois o procedimento permite que o médico identifique lesões pequenas que, muitas vezes, não são percebidas na cirurgia convencional.

Nesse caso, a cirurgia permite que todos os focos da endometriose sejam retirados e cauterizados.

A laparoscopia ginecológica é um processo moderno e que garante a segurança e rapidez no diagnóstico e no combate de doenças no trato reprodutor feminino. Ao realizar o procedimento, converse com o seu médico para que ele oriente sobre todos os cuidados necessários antes e depois da cirurgia.

E você? Já conhecia a laparoscopia ginecológica? O que achou do procedimento? Deixe sua opinião nos comentários!

Compartilhe:

Tags:

Categorias:

Comentários:


ÚLTIMAS DO BLOG Ver todos os posts
Vitamina B12: os benefícios para a saúde e fertilidade masculina

A vitamina B12, também chamada de cobalamina ou cianocobalamina, está vinculada ao metabolismo de quase todas as células do corpo humano, pela sua relevante função na síntese de DNA. Muitos estudos revelaram os efeitos da vitamina B12 para a saúde do […]

Leia mais

Este post foi visto 64 vez(es).

Por que a dor de ovulação ocorre?

Uma das reclamações mais comuns das mulheres é a dor da cólica. Esse incômodo é sentido por inúmeras mulheres pelo menos uma vez por mês. Entretanto, você sabia que o que você sempre pensou ser cólica pode ser outra coisa? Uma em cada cinco mulheres […]

Leia mais

Este post foi visto 40 vez(es).

Oligospermia: entenda o que é, as causas e os tratamentos

Quando um casal está tentando engravidar e, após 12 meses, não obtém sucesso, é hora de ambos buscarem por ajuda médica. A responsabilidade da gestação faz com que a mulher pense que a culpa é dela. Já o parceiro, depois de tentar por tanto tempo, questiona […]

Leia mais

Este post foi visto 37 vez(es).

Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco