Fechar
Icone Newsletter
Endometriose | Conheça os sintomas e tratamentos

Garanta o seu e-book grátis sobre endometriose agora e saiba tudo sobre os sintomas e os tratamentos existentes.

Clique aqui e confira mais e-books gratuitos como, Entenda a infertilidade feminina e guia sobre a fertilização in vitro.
Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 99827-2517 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850

agendamento de consulta

TPM ou gravidez: como diferenciar?

TPM ou gravidez: como diferenciar?

TPM ou gravidez: como diferenciar?
Avalie esse artigo:

Cólicas, dores nos seios, sonolência, variações de humor: você já percebeu que esses e outros sintomas da TPM são muito parecidos com os da gestação? Por isso, pode surgir o questionamento: TPM ou gravidez?Para muitas mulheres, não é incomum confundir os efeitos da TPM com os da gestação. Então, no texto de hoje, você vai saber por que eles são tão parecidos e como diferenciá-los. Vamos lá?

Quais são os sintomas da TPM e da gravidez?

A grande responsável pela semelhança dos sintomas da tensão pré-menstrual e da gravidez é a progesterona. Esse hormônio é produzido logo depois da ovulação, por isso os sintomas podem aparecer nesse período e confundir a mulher. A seguir, você confere alguns dos sintomas mais comuns na TPM e na gravidez e as causas de cada um.

1. Sangramento

Em geral, durante a TPM, a mulher não tem sangramento, mas, evidentemente, depois desse período, vem a menstruação. Ela ocorre porque o organismo precisa eliminar as células da parede uterina (endométrio) quando não ocorre a fecundação do óvulo.

No entanto, durante a gravidez, também pode ocorrer um leve sangramento cerca de 10 a 14 dias após a menstruação. O sangramento de nidação, como é chamado, é vermelho-escuro e dura apenas alguns dias. Embora pouco comum, é sinal de que o óvulo foi fecundado, já que algumas veias do endométrio podem ser rompidas durante a implantação do embrião no útero.

2. Seios doloridos

Em virtude dos níveis mais elevados de progesterona, a mulher pode sentir dores leves nos seios durante a TPM. A dor pode se tornar mais intensa durante ou após o término do ciclo menstrual.

No início da gravidez, entretanto, os seios também podem ficar doloridos, sensíveis e mais pesados. Essa sensação pode persistir durante a gestação tanto por causa da elevação do nível da progesterona no organismo quanto da produção de leite materno.

3. Náusea

A náusea não é um sintoma frequente da TPM. Algumas mulheres podem sentir algum enjoo durante o ciclo menstrual, mas ele passa com o fim da menstruação.

Nas grávidas, a náusea e o vômito são bastante comuns, e, embora nem toda mulher necessariamente sofra com isso, a “náusea matinal” é um dos sintomas clássicos da gravidez. Ela pode começar logo no primeiro mês de gestação e, ao contrário do que o nome diz, pode aparecer durante todo o dia.

4. Cólicas

Durante a TPM, é muito comum sentir cólicas. Elas podem surgir de 24 a 48 horas antes do primeiro dia do ciclo e acabar só no fim do fluxo menstrual. Contudo, a intensidade da dor varia bastante de acordo com o organismo e o estilo de vida de cada mulher.

Logo no início da gestação, a mulher pode sentir cólicas muito semelhantes às da TPM e da menstruação. Porém, elas ocorrem mais abaixo do estômago ou próximas da lombar. No caso da gravidez, essas dores podem ser mais frequentes e persistirem por várias semanas, até mesmo depois do atraso menstrual.

5. Mudanças de humor

A TPM é conhecida pela intensa variação de humor provocada pelo turbilhão de hormônios característico desse período. Ansiedade, irritação e crises de choro são frequentes, mas passam depois de alguns dias.

Por outro lado, na gravidez, as variações de humor podem persistir do início até o nascimento do bebê. A mulher pode ficar mais emotiva e chorar facilmente, alternando essas crises com momentos de euforia. Tudo isso ocorre também em razão da ação dos hormônios produzidos durante esse período.

Como saber se é TPM ou gravidez?

É sempre importante buscar conhecer o próprio corpo e ficar atenta aos sinais que o organismo dá. Dessa forma, embora os efeitos da TPM e da gravidez sejam muito semelhantes, a mulher pode ter alguma noção de que seu período costuma atrasar quando ela está sob estresse ou se alimentando de forma inadequada, por exemplo.

Mas, se ela já tiver interrompido o uso da pílula e estiver tentando engravidar, é fundamental que consulte um especialista para tirar as dúvidas e para fazer exames a fim de saber se é TPM ou gravidez.

Agora que você já sabe como diferenciar se é TPM ou gravidez, confira também como saber o melhor dia para engravidar.

Avalie essa postagem:

TPM ou gravidez: como diferenciar?
Avalie esse artigo:

Compartilhe:

Tags:

Categorias:


ÚLTIMAS DO BLOG Ver todos os posts
Conheça as possíveis causas do aborto

Conheça as possíveis causas do abortoAvalie esse artigo: O aborto espontâneo é definido pelo Ministério da Saúde como a perda gestacional sem intervenções externas durante o período anterior à 20ª-22ª semana de gravidez e com o feto pesando menos de […]

Leia mais

Este post foi visto 3 vez(es).

O que é e para que serve a histeroscopia diagnóstica?

O que é e para que serve a histeroscopia diagnóstica?Avalie esse artigo: A histeroscopia diagnóstica tem um nome difícil e, por vezes, vem seguida de apreensão: como é feito o exame? Dói? Por que ele precisa ser feito? Essas são […]

Leia mais

Este post foi visto 161 vez(es).

Você conhece a estimulação ovariana? Entenda mais sobre o assunto!

Você conhece a estimulação ovariana? Entenda mais sobre o assunto!Avalie esse artigo: Ainda cercada de muitas dúvidas e medos — é um procedimento arriscado? Compromete a saúde da mulher? Engorda? E a síndrome da hiperestimulação ovariana, quando acontece? —, a estimulação ovariana […]

Leia mais

Este post foi visto 103 vez(es).

Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco