Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 99650-0786 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850 Manhuaçu - MG - (33) 98855-0015
App StoreGoogle Play

agendamento de consulta

Unidade Belo Horizonte | +55 (31) 2102-6363

TPM ou gravidez: como diferenciar?

TPM ou gravidez: como diferenciar?

Cólicas, dores nos seios, sonolência, variações de humor: você já percebeu que esses e outros sintomas da TPM são muito parecidos com os da gestação? Por isso, pode surgir o questionamento: TPM ou gravidez?

Para muitas mulheres, não é incomum confundir os efeitos da TPM com os da gestação. Então, no texto de hoje, você vai saber por que eles são tão parecidos e como diferenciá-los. Vamos lá?

Quais são os sintomas da TPM e da gravidez?

A grande responsável pela semelhança dos sintomas da tensão pré-menstrual e da gravidez é a progesterona. Esse hormônio é produzido logo depois da ovulação, por isso os sintomas podem aparecer nesse período e confundir a mulher. A seguir, você confere alguns dos sintomas mais comuns na TPM e na gravidez e as causas de cada um.

1. Sangramento

Em geral, durante a TPM, a mulher não tem sangramento, mas, evidentemente, depois desse período, vem a menstruação. Ela ocorre porque o organismo precisa eliminar as células da parede uterina (endométrio) quando não ocorre a fecundação do óvulo.

No entanto, durante a gravidez, também pode ocorrer um leve sangramento cerca de 10 a 14 dias após a menstruação. O sangramento de nidação, como é chamado, é vermelho-escuro e dura apenas alguns dias. Embora pouco comum, é sinal de que o óvulo foi fecundado, já que algumas veias do endométrio podem ser rompidas durante a implantação do embrião no útero.

2. Seios doloridos

Em virtude dos níveis mais elevados de progesterona, a mulher pode sentir dores leves nos seios durante a TPM. A dor pode se tornar mais intensa durante ou após o término do ciclo menstrual.

No início da gravidez, entretanto, os seios também podem ficar doloridos, sensíveis e mais pesados. Essa sensação pode persistir durante a gestação tanto por causa da elevação do nível da progesterona no organismo quanto da produção de leite materno.

3. Náusea

A náusea não é um sintoma frequente da TPM. Algumas mulheres podem sentir algum enjoo durante o ciclo menstrual, mas ele passa com o fim da menstruação.

Nas grávidas, a náusea e o vômito são bastante comuns, e, embora nem toda mulher necessariamente sofra com isso, a “náusea matinal” é um dos sintomas clássicos da gravidez. Ela pode começar logo no primeiro mês de gestação e, ao contrário do que o nome diz, pode aparecer durante todo o dia.

4. Cólicas

Durante a TPM, é muito comum sentir cólicas. Elas podem surgir de 24 a 48 horas antes do primeiro dia do ciclo e acabar só no fim do fluxo menstrual. Contudo, a intensidade da dor varia bastante de acordo com o organismo e o estilo de vida de cada mulher.

Logo no início da gestação, a mulher pode sentir cólicas muito semelhantes às da TPM e da menstruação. Porém, elas ocorrem mais abaixo do estômago ou próximas da lombar. No caso da gravidez, essas dores podem ser mais frequentes e persistirem por várias semanas, até mesmo depois do atraso menstrual.

5. Mudanças de humor

A TPM é conhecida pela intensa variação de humor provocada pelo turbilhão de hormônios característico desse período. Ansiedade, irritação e crises de choro são frequentes, mas passam depois de alguns dias.

Por outro lado, na gravidez, as variações de humor podem persistir do início até o nascimento do bebê. A mulher pode ficar mais emotiva e chorar facilmente, alternando essas crises com momentos de euforia. Tudo isso ocorre também em razão da ação dos hormônios produzidos durante esse período.

Como saber se é TPM ou gravidez?

É sempre importante buscar conhecer o próprio corpo e ficar atenta aos sinais que o organismo dá. Dessa forma, embora os efeitos da TPM e da gravidez sejam muito semelhantes, a mulher pode ter alguma noção de que seu período costuma atrasar quando ela está sob estresse ou se alimentando de forma inadequada, por exemplo.

Mas, se ela já tiver interrompido o uso da pílula e estiver tentando engravidar, é fundamental que consulte um especialista para tirar as dúvidas e para fazer exames a fim de saber se é TPM ou gravidez.

Agora que você já sabe como diferenciar se é TPM ou gravidez, confira também como saber o melhor dia para engravidar.

Compartilhe:

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de
Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco