Comunicado

Nota conjunta com atualização de posicionamento sobre a COVID-19 e os tratamentos de reprodução assistida

Informações complementares à nota emitida em 21 de março de 2020

A Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida – SBRA e a Red Latinoamericana de Reproducción Asistida – REDLARA, acompanhando as demais sociedades mundiais e face à presença da pandemia de Covid-19, emitiram comunicado em 17 e 21 de março de 2020. Globalmente, e na América Latina não foi diferente, ciclos iniciados foram completados, decisões de congelamento tomadas, transferências discutidas e, na maioria das vezes, postergadas. Desde o início, entendemos que poderiam haver situações a serem individualizadas, como os casos oncológicos, em que pacientes necessitariam com urgência da preservação de seus gametas previamente a procedimentos cirúrgicos ou eventual quimioterapia que pudesse afetar sua fertilidade futura. Ao mesmo tempo, havia outros casos susceptíveis de individualização.

Passados 30 dias, com novos dados sobre a Covid-19, reconhecendo novos cenários para diferentes países, regiões ou cidades, além da realidade de um período claro de extensão da pandemia, que a infertilidade é definida pela OMS como doença, assim como a própria OMS define o direito de autonomia dos pacientes e:

CONSIDERANDO que, sob a luz de novas evidências científicas, este posicionamento deverá seguir sendo atualizado em momentos sucessivos;

CONSIDERANDO que, segundo a literatura médica, não se identificou até o momento a presença de vírus nos gametas e tratos genitais masculino ou feminino;

CONSIDERANDO que, até o momento, não há evidências a respeito das repercussões do Covid-19 sobre a gestação inicial;

CONSIDERANDO a preocupação com relação às evidências científicas emergentes quanto à possibilidade de transmissão vertical – isto é, da mãe para o bebê;

CONSIDERANDO que os serviços de reprodução assistida devam seguir as recomendações governamentais, respeitando as particularidades locais;

CONSIDERANDO a observação das medidas de distanciamento social, com cuidados na preservação dos pacientes e equipes, quando da assistência;

CONSIDERANDO as condutas para mitigar a sobrecarga do sistema de saúde local;

CONSIDERANDO que o adiamento dos tratamentos de reprodução assistida abrange determinados casos extremamente sensíveis ao tempo e, portanto, inadiáveis, com risco de condenar pessoas a uma infertilidade irreversível – ou seja, esterilidade; e

CONSIDERANDO o respeito à autonomia do paciente,

RECOMENDAM que ciclos de reprodução assistida possam ser realizados sob juízo do profissional assistente, em decisão compartilhada com os usuários do serviço, de forma personalizada, fundamentados e bem documentados, com precaução e bom-senso, evitando-se transferências embrionárias neste momento.

Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida – SBRA
Red Latinoamericana de Reproducción Asistida – REDLARA


Referências
Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 99650-0786 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850 Manhuaçu - MG - (33) 98855-0015

agendamento de consulta

Unidade Belo Horizonte | +55 (31) 2102-6363

Vitamina B12: os benefícios para a saúde e fertilidade masculina

Vitamina B12: os benefícios para a saúde e fertilidade masculina

A vitamina B12, também chamada de cobalamina ou cianocobalamina, está vinculada ao metabolismo de quase todas as células do corpo humano, pela sua relevante função na síntese de DNA.

Muitos estudos revelaram os efeitos da vitamina B12 para a saúde do homem, sobretudo na qualidade do sêmen e na fisiologia do espermatozoide. Portanto, no post de hoje, abordaremos os benefícios da ingestão adequada dessa vitamina, com enfoque na fertilidade masculina.

Funções da vitamina B12 no organismo

B12 é uma vitamina que influencia a saúde reprodutiva masculina. Ela está associada à produção de células vermelhas, funções cerebrais superiores, síntese do DNA espermático, metabolismo celular e maturação do DNA. Deficiências dessa vitamina resultam em uma queda da motilidade espermática.

Sua relação com a produção de DNA tem implicações importantes para a fertilidade masculina, especialmente em associação com a saúde e a produção do sêmen. Acredita-se que a deficiência da vitamina B12 possa levar à degeneração do espermatozoide e, consequentemente, à infertilidade.

Muitos estudos comprovam que homens com deficiências de vitamina B12 e baixa contagem de espermatozoides podem se beneficiar significativamente de uma suplementação com grande dose da vitamina. Descobriu-se que a contagem de espermatozoides aumentou ligeiramente em associação com suplementação de mecobalamina — uma forma de vitamina B12. Em 60% dos homens que receberam o suplemento a contagem de espermatozoides melhorou.

Muitos fatores podem contribuir para a disfunção erétil. Segundo estudos do Men Fertility, o provimento insatisfatório de B12 pode danificar os nervos do órgão genital masculino. Sem tratamento, o dano impedirá o desenvolvimento e a manutenção de uma ereção, reduzindo a capacidade de manter relações sexuais e consecutivas ejaculações, levando a problemas de fertilidade.

Portanto, é imprescindível buscar atendimento médico e testar os níveis de vitamina B12 caso os homens tenham sintomas de disfunção erétil.

Principais alimentos fontes de B12

Os principais alimentos que são fontes da vitamina são:

Embora uma dieta equilibrada seja importante, os suplementos podem fornecer os nutrientes necessários em quantidades mínimas de forma mais econômica e eficiente do que qualquer dieta normal.

Outro aspecto importante diz respeito à absorção da vitamina, que pode ser dificultada quando a pessoa tem um histórico de alcoolismo ou tabagismo. E, a longo prazo, o uso de antibióticos também reduz a capacidade de absorção da vitamina.

Efeitos negativos à saúde

Sabe-se que essa vitamina realiza processos importantes no organismo. O melhor método para diagnosticar sua deficiência é a dosagem de B12 no sangue. Ela é essencial na formação do sangue, e sua carência pode causar a anemia perniciosa, em que os glóbulos vermelhos alteram seu tamanho (ficam muito grandes).

Ademais, em virtude de sua relevância no organismo, a deficiência da vitamina pode causar disfunções diversas, como fadiga crônica, dores musculares e fraqueza, falta de concentração e memória, tontura, falta de apetite, depressão, estresse, entre outras — além dos fatores relacionados à fertilidade citados anteriormente.

Principais benefícios

A vitamina possui um papel essencial no tratamento da fadiga adrenal, mantém o sistema nervoso e cardiovascular saudáveis, além de apresentar múltiplas funções metabólicas — incluindo produção de enzimas, síntese de DNA e equilíbrio hormonal.

Dentre os principais benefícios, podemos destacar:

Finalmente, observa-se que a vitamina B12, em doses normais ou terapêuticas, é vital para a fertilidade masculina. Por isso, é necessário estar atento aos sintomas e manter uma alimentação saudável e equilibrada.

Gostou do nosso post sobre os benefícios da vitamina B12? Então compartilhe nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a também dominarem o assunto!

Compartilhe:

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de
Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco