Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 9979-01109 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850 Manhuaçu - MG - (33) 98855-0015

agendamento de consulta

Unidade Belo Horizonte | +55 (31) 2102-6363

Como escolher uma clínica de FIV (Fertilização in Vitro)?

Como escolher uma clínica de FIV (Fertilização in Vitro)?

Ter um filho é um momento de mudança total em nossas vidas. A partir do nascimento de um bebê, tornamo-nos responsáveis pela vida de outro ser. Não é fácil, mas é uma das mais bonitas realizações humanas.

Quando é necessária ajuda para alcançar esse sonho, como é o caso da FIV (fertilização in vitro), é preciso muito cuidado na hora de escolher a melhor clínica. Afinal, é muito importante cuidar bem da sua saúde.

Neste post, vamos falar um pouco sobre como escolher uma boa clínica para a realização da FIV. Quer saber mais? Então acompanhe!

Conheça o local

Mesmo que a clínica seja muito bem recomendada, inclusive por conhecidos ou parentes, faça uma visita ao local para avaliar melhor suas condições. Pesquise informações detalhadas sobre a prestadora de serviços e faça perguntas.

Quando as pessoas não estão dispostas a oferecer respostas, fique atenta! Pode ser um mau sinal, uma vez que transparência é essencial nesse tipo de serviço.

Outra boa ideia é entrar em contato com pacientes que passaram pelo processo na clínica porque eles podem explicar melhor suas impressões sobre o estabelecimento.

Verifique as taxas de sucesso

Esse é um dos fatores mais importantes para escolher uma clínica para a realização da FIV. Procure saber quais são as taxas médias de sucesso dos procedimentos antes de fazer a escolha. No entanto, seja bastante cautelosa ao avaliar as taxas, informando-se sobre quais parâmetros foram usados.

Fique atenta ao número médio de ciclos que são realizados a cada tentativa. Analise a faixa etária em que ocorreu a maior porcentagem de sucesso e compare com a sua, avaliando também os diagnósticos.

Confira o tempo de existência da clínica. Isso pode mostrar a experiência da equipe!

Analise a equipe médica

Você vai precisar de uma excelente equipe médica durante o seu tratamento. Procure locais que ofereçam profissionais preparados, com conhecimento sobre reprodução humana, e procure referências e informações.

Os médicos devem colocar seus currículos à disposição para que todos pacientes possam analisar. Isso facilita a avaliação, pois mostra a experiência de cada um. É fundamental que os médicos tenham experiência comprovada na área, com títulos específicos, como residência médica, mestrado e doutorado.

E não só médicos. Existem vários profissionais ligados ao processo de fertilização: embriologistas, enfermeiros, biólogos e biomédicos também são essenciais para o tratamento. Verifique as credenciais e certificações dos especialistas na área, principalmente em procedimentos como a histeroscopia e a histerossalpingografia.

No decorrer de sua visita, observe a interação da equipe com o ambiente e com os pacientes. Procure uma equipe humanizada, que preze pelo bem-estar do paciente e cuide para que ele tenha uma experiência clínica saudável e prazerosa.

O processo de escolha de uma clínica de FIV pode ser um pouco trabalhoso, mas vale a pena quando significa saúde e bem-estar para você e sua família. Não descuide na hora de pesquisar como dar esse passo tão importante!

Gostou das nossas dicas sobre a melhor clínica de FIV? Então entre em contato conosco e conheça melhor o nosso trabalho!

Compartilhe:

Se inscrever
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco

Comunicado

SARS Cov-2 (COVID 19): vacinas, reprodução assistida e grávidas
• Posição atual conjunta •

03 de fevereiro de 2021

Grandes avanços dos estudos colaborativos incluem hoje pelo menos 85 vacinas pré-clínicas em investigação ativa em animais, 65 em ensaios clínicos em humanos, com 20 vacinas que chegaram aos estágios finais de testagem, sendo 12 já em uso em diferentes países/situações. As principais vacinas disponíveis estão constituidas por partículas de RNA mensageiro (Pfizer-Biontech e Moderna), vírus inativado (CoronaVac,Sinopharma e Covaxin, Bharat Biotech), com adenovirus (Oxford-AstraZeneca, Johnson&Johnson e Sputnik V, Gamaleya).

A pandemia segue, e neste momento a discussão se centraliza no uso das vacinas disponíveis e as pacientes submetidas às técnicas de reprodução assistida, grávidas e populações de risco entre as grávidas.

Nossas sociedades, avaliando também as diretrizes emitidas por sociedades mundiais como a ESHRE, a ASRM, a IFFS e a ACOG (SOGC), consideram que dentro da disponibilidade possível:

1) A vacinação tem efetividade e não induz a risco aumentado de contrair a infecção por Covid 19. Embora ainda não hajam estudos humanos de longo prazo sobre a vacinação contra Covid-19 e gravidez, nenhuma das vacinas contém vírus Sars Cov-2 vivo.

2) Para indivíduos vulneráveis,que apresentam alto risco de infecção e / ou morbidade por COVID-19, dentre os quais estão as grávidas, não receber a vacina supera o risco de ser vacinado, previamente ou durante a gravidez. Inclui-se ainda neste grupo os profissionais de saúde e aqueles outros, de linha de frente, com maior risco de exposição.

3) Não há razão para atrasar as tentativas de gravidez ou tratamentos de reprodução assistida quando de vacina não disponível ou se pacientes fora de grupos de risco.

4) Decisões da utilização (ou não) das vacinas devem ser compartilhadas entre pacientes e médicos, respeitando-se os princípios éticos de autonomia, beneficência e não maleficência.

5) Esta informação sobre vacinas deve ser incluidas como um termo específico em um consentimento informado já existente. Red Latinoamericana de Reproducción Asistida – REDLARA

6) Seguirão atualizações, a cada momento que novos conhecimentos solidifiquem os dados atuais.

  • REDLARA - Red Latinoamericana de Reproducción Asistida
  • SBRA - Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida
  • SAMeR - Sociedad Argentina de Medicina Reproductiva
  • AMMR - Asociación Mexicana de Medicina de la Reproducción
  • PRONÚCLEO - Associação Brasileira de Embriologistas em Medicina Reprodutiva
  • SAEC - Sociedad Argentina de Embriología Clínica
  • SOCMER - Sociedad Chilena de Medicina Reproductiva
  • ACCER - Asociación de Centros Colombianos de Reproducción Humana
  • SURH - Sociedad Uruguaya de Reproducción Humana
  • AVEMERE - Asociación Venezolana de Medicina Reproductiva y Embriología

Referências
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x