Comunicado

Nota atualizada em 21 de março de 2020

O COVID-19 foi declarado pandemia pela OMS quando os casos confirmados se aproximaram de 200 mil, com o que se imaginou óbitos acima de 8 mil em pelo menos 160 países₁. Estávamos preparados para tal evento?₂ Com certeza, a resposta é não. Nas nossas diferentes atividades, ninguém imaginou tudo o que viria, e com tal rapidez. Acompanhando a escalada da pandemia do COVID-19 no mundo, os cenários do Brasil ou de nossa região latino-americana evoluem rapidamente. Os diferentes governos estão se concentrando no isolamento, no “ficar em casa”, na redução drástica da mobilidade no sentido de mitigar os danos₃. Devemos acatar e estimular esta adesão.

Desta forma, acompanhando as normas estratégicas das equipes de planejamento de saúde pública no território brasileiro, que está sendo compartilhado por toda a América Latina, para nós profissionais da Reprodução Assistida, entendemos todos que é hora de parar: ciclos em andamento serão finalizados, com controles estritos dos pacientes e equipes envolvidas; casos de transferência embrionária a serem finalizados serão avaliados individualmente. Com a exceção de casos oncológicos e outros em que o adiamento possa causar mais dano ao paciente, não serão iniciados novos procedimentos. Nessas eventualidades, a decisão deverá ser compartilhada e sob rigorosa individualização.

Sugerimos a todos manter um contato remoto com os pacientes, informando, amparando, protegendo, limitando no possível os danos psicológicos. No Brasil, estamos autorizados a realizar consultas a distância, por Telemedicina, estabelecemos uma ampla rede de contatos entre os profissionais dos centros, via WhatsApp, agilizando detalhes e unificando as tomadas de decisões, dividindo as incertezas. Este cenário de troca de informações imediatas pode ser replicado pelos diversos países vizinhos. O modelo mostra-se muito bom, inclusive para ordenar ações comunitárias e beneficentes em torno de apoio aos hospitais e equipes de trabalho nas emergências.

Nestes tempos difíceis, todo o cuidado: com nossos pacientes, com nossas equipes, com nossas famílias e com todos os nossos concidadãos. Há uma luz no fim deste túnel: a China demonstrou que a epidemia pode ser desacelerada com a aplicação de medidas drásticas e mostra, pelo 2º dia consecutivo, nenhum registro de casos novos locais, alguns ainda importado de pessoas chegando ao país.

Como foi publicado nesta sexta, 20, no grupo “SBRA – em tempos de COVID-19”, vamos entender e fazer a nossa parte, seguindo os preceitos de Ibn Sina (980-1037), ou Avicena, médico e filósofo persa, pai da medicina moderna. Ele nos legou, entre outras coisas, que “a imaginação é a metade da doença; a tranquilidade é a metade do remédio e a paciência é o começo da cura”.

Vai passar! Cuidem-se todos.

Referências
Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 99650-0786 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850 Manhuaçu - MG - (33) 98855-0015
App StoreGoogle Play

agendamento de consulta

Unidade Belo Horizonte | +55 (31) 2102-6363

Conheça os principais sintomas da nidação

Conheça os principais sintomas da nidação

A nidação é o momento de implantação do embrião no útero. Após o óvulo ser fecundado pelo espermatozoide nas tubas uterinas, ele migra em sentido ao útero para se fixar no endométrio, que receberá o embrião e permitirá que ele se desenvolva por 9 meses. A mulher raramente apresenta os seus sintomas e, por serem discretos, podem passar despercebidos! Esse processo também ocorre na FIV (fertilização in vitro).

Por outro lado, algumas mulheres percebem sinais do período da fecundação e da implantação embrionária no tecido endometrial, que são sinais de gravidez e, muitas vezes, motivam a mulher a realizar um teste ou procurar um médico.

Você conhece os principais sintomas da nidação? Sabe quando ela ocorre? Então acompanhe o nosso artigo. Vamos falar mais sobre o assunto e esclarecer suas dúvidas!

O que ocorre antes da nidação?

Quando um óvulo é fecundado nas tubas uterinas (também conhecidas como trompas de Falópio), ele continua sua jornada até o útero e passa a se chamar zigoto, quando ainda não teve início a divisão celular. Pouco tempo depois, ainda durante o percurso até o útero, a divisão começa e o zigoto passa a ser denominado embrião.

Um dos maiores desafios da gestação é a fecundação, principalmente pelo fato de grande parte dos óvulos fecundados, antes mesmo de chegarem ao útero, interromperem seu desenvolvimento por razões diversas.

Quanto tempo leva da fecundação até a nidação?

O tempo que leva da fecundação até o início da nidação é de cerca de 6 dias. O início da contagem ocorre no momento que o óvulo é fecundado e termina quando ele começa a se fixar (nidação) no endométrio, camada interna do útero.

Quando a nidação ocorre?

Para que haja a nidação, o espermatozoide deve ter fecundado o óvulo e formado o embrião algum tempo antes. Ela acontece quando o embrião tem aproximadamente 6 dias de vida e é chamado de blastocisto.

Entre o 5º e o 6º dia depois da fecundação, o embrião já é formado por 64 células. Depois disso, penetra no útero e fixa-se na sua mucosa. Podemos entender melhor da seguinte forma:

  1. o embrião entra no útero em torno do 3º dia após a fecundação;
  2. o embrião fixa-se na mucosa uterina entre o 6º e o 7º dia após a fecundação;
  3. acaba o processo de nidação e o embrião se encontra implantado na mucosa uterina aproximadamente no 12º dia após a fecundação;
  4. as células do embrião vão se dividir para que o desenvolvimento tenha continuidade, já as células do exterior vão formar o invólucro (o “trofoblasto”);
  5. as células do embrião continuam se diferenciando e se multiplicando;
  6. ao entrar nessa mucosa, o embrião estabelece a sua implantação e continua o seu desenvolvimento por toda a gestação.

Quais os sintomas da nidação?

Na maioria das vezes, a nidação é assintomática. Porém, algumas mulheres podem apresentar cólicas abdominais de fraca intensidade, sensação de pontadas no baixo ventre. O normal é que os sintomas durem até 3 dias no período anterior à data prevista da menstruação.

Algumas vezes pode haver um pequeno sangramento vaginal, que está associado ao momento da nidação. A isso chamamos de sinal de Hartman.

A mulher que notar tais sintomas deve ficar atenta pois, se eles permanecerem por mais de 3 dias, algo pode não estar bem e recomenda-se que ela procure um médico, principalmente após quadro de sangramento prolongado e fortes dores abdominais.

Toda mulher apresenta sintomas durante a nidação?

A nidação ou implantação é um processo natural fundamental para que ocorra a gestação, mas nem todas as mulheres apresentam seus sintomas. No entanto, raramente estão presentes e não têm significado clínico.

Em geral o teste de gravidez poderá estar positivo 10 dias depois da nidação.

Você curtiu este post sobre nidação? Então deixe seu comentário abaixo e compartilhe, conosco e os outros leitores a sua opinião sobre o assunto!

Compartilhe:

15
Deixe um comentário

9 Comentar tópicos
6 Respostas do Tópico
2 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
11 Autores de comentários
  Se inscrever  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Elaine Cristina

Dia 01 de fevereiro de 2019 Pensei q ia menstruar porem só saiu rosado parecendo nidação e na madrugada do dia seguinte aconteceu a mesma coisa, aí minha dúvida o que será?

Patricia

Descobri a pouco dois cisto no ovario esquedo e o mes de jsneiro desceu por 3 diad ou mais um sangramento rosado.e esse mes de fevereiro tbm 5 dias assim e parou.tive relacao no dia 20 de janeiro e sdia 23 fiz uma usg q só apontou os cisto o q pode ser esse sangramento?

Anavy

Ajudou bastante, tive um sangramento 3 dias antes da menstruação e umas cólicas leves, o sangue bem característica de nidação e durou dois dias. Vou aguardar mais uns dias para fazer o teste e aguardar meu positivo.

Priscila

Mesmo depois dos dias da nidacao ter passado vc continuou sentindo cólicas?

Jucimara correia da Silva

Boa tarde eu mestruei dia 17 de junho e quando foi dia 1 de julho ela veio e daí passou 2 dias e sinto umas dores no pé da barriga . O que pode ser?

Clínica Origen

Jucimara, não podemos diagnosticar antes de avaliar, é necessário que você consulte um médico. Atenciosamente.

Ariana Alves de jesus

Bom dia tudo bem.Dia 9 e 10 tive um leve sangramento marrom durou 2 dias.Depois dia 18 e 19 tive um leve sangramento rosado durou depois de 6 dias e durou 2 dias.Isso e nidação de gravidez.

Clínica Origen

Olá, Ariana, tudo bem? A nidação apresenta alguns sintomas mas é necessário que faça um teste de gravidez para ter certeza da gravidez. Atenciosamente.

Rafaela

O sangramento pra mim veio no mesmo dia que estava previsto minha menstruação, porém durou uns 2 dias e não tive cólicas e nem sintomas que eu costumo ter antes de menstruar. Tive relações uma semana antes desse sangramento e estou tendo alguns enjoos de leve. O que poderia ser ?

Clínica Origen

Rafaela, tudo bem? Não é possível afirmar, o corpo da mulher sofre diversas alterações por conta dos hormônios. Então é necessário um teste BetaHcg para confirmar ou descartar uma possível gravidez. Atenciosamente.

Bruna

Minha menstruação tava atrasada 5 dias, hoje estou com sangramento não como os anteriores, um pouco menor e com muita cólica, enjoou e tontura, minha pressão cai do nada! Com 3 dias de atraso fiz um teste de gravidez e deu negativo

Clínica Origen

Olá, Bruna. O corpo da mulher é muito complexo, por motivos hormonais, emocionais e muitas vezes a ansiedade pode atrasar ou adiantar a menstruação e causar diversas alterações no corpo. Então o ideal é fazer o exame de sangue para confirmar ou descartar a gravidez. Atenciosamente.

Luciene

Gostei da informação

Janete

Devia ter descido pra mimno dia 1 de fevereiro hj é dia 7 e só saiu um pouquinho de fluxo na cor rosa e essa noite senti cólicas e nada de menstruação até agora

Clínica Origen

Olá Janete, tudo bem? Se você ainda não menstruou o ideal é fazer um exame laboratorial Beta Hcg. Atenciosamente equipe Origen.

Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco