Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 9979-01109 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850 Manhuaçu - MG - (33) 98855-0015

agendamento de consulta

Unidade Belo Horizonte | +55 (31) 2102-6363

Esclarecemos os principais sintomas da Endometriose

Esclarecemos os principais sintomas da Endometriose

Endometriose é uma doença na qual o tecido endometrial se aloja em locais fora do esperado, como ovários, tubas, peritônio, bexiga, intestino, entre outros.O endométrio é a camada que reveste o útero internamente. Todo mês esse tecido se torna mais espesso para que possa receber o embrião. Se a gravidez não acontecer, o tecido endometrial é eliminado na menstruação.

Você conhece a Endometriose? Sabe quais são os sintomas que a doença apresenta e como tratá-la? Acompanhe nosso artigo e fique por dentro do assunto!

O que pode causar a Endometriose?

Ainda não se sabe a causa exata da doença, mesmo após diversos estudos realizados. Algumas pesquisas apontam que fatores genéticos e/ou imunológicos estão ligados à sua origem.

Uma das primeiras explicações para a causa da Endometriose foi a teoria do “fluxo retrógrado da menstruação”, segundo a qual o tecido que deveria ser eliminado pelo colo do útero para o meio externo vai no sentido contrário, ou seja, do útero para as trompas e para o interior da cavidade pélvica e abdominal.

Esse endométrio, por algum motivo ainda desconhecido, se fixa em órgãos como ovários, trompas, bexiga e intestino. Apesar de o fluxo retrógrado ser algo que pode acontecer com boa parte das mulheres, nem todas apresentam predisposição para a Endometriose.

Outras hipóteses surgiram para tentar explicar como a Endometriose acontecia. Acredita-se, atualmente, que a doença seja causada por um conjunto de fatores associados e não apenas pela menstruação retrógrada. De acordo com algumas teorias, as células endometriais poderiam se espalhar para o corpo através dos vasos linfáticos e sanguíneos.

Quais os principais sintomas da Endometriose?

A presença da Endometriose pode levar a sintomas, mas algumas mulheres são assintomáticas. Muito importante é o fato de não haver associação entre o estadiamento (gravidade) da Endometriose e o tipo de sintomas.

Entre os principais sintomas, a dor durante a menstruação é o mais importante e merece atenção. A mulher sente cólicas fortes, que ocorrem durante boa parte da idade reprodutiva. A mulher também pode apresentar dor durante o ato sexual (dispareunia).

As mulheres devem ficar atentas às alterações dos hábitos urinários e intestinais, como presença de sangue nas fezes e/ou na urina, esforço ao urinar ou ao evacuar e dor nesses momentos. Esses sintomas são mais raros.

A dificuldade de engravidar é associada à Endometriose quando existe distorção da anatomia pélvica com obstrução das trompas ou fixação delas, impedindo sua função de captar o óvulo, permitir o caminho dos espermatozoides, permitir a fecundação e desenvolvimento do embrião e conduzir o embrião para o útero. A infertilidade está entre os principais sintomas que levam as mulheres a procurarem um médico ginecologista especialista em fertilização.

Existem outras teorias para tentar explicar a associação da Endometriose com infertilidade, quando não existe alteração anatômica. As mais aceitas sugerem que a presença da Endometriose cria um ambiente hostil para que ocorra e fertilização e/ou o desenvolvimento do embrião dentro das trompas.

Quais os tratamentos atuais para a Endometriose?

​O tratamento da Endometriose pode ser feito por meio do uso de anti-inflamatórios e de analgésicos para alívio da dor, de hormônios que ajudam a regular o fluxo e a frequência da menstruação e a controlar a dor quando os analgésicos não surtem efeito ou, ainda, por cirurgia. Para os casos de infertilidade, podem ser feitos o coito programado com indução da ovulação e a FIV. A escolha do tratamento vai depender da gravidade da doença e do desejo da mulher em engravidar ou não.

Lembre-se de que é muito importante ter um acompanhamento médico, pois só o profissional pode indicar o melhor tipo de tratamento, de acordo com o diagnóstico realizado por ele.

Gostou do nosso artigo sobre os sintomas da Endometriose? Então compartilhe com seus amigos, nas suas redes sociais, para que eles também saibam mais sobre o assunto!

Compartilhe:

Se inscrever
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
o mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Mariana
7 meses atrás

Eu tenho os sintomas da endometriose
Oq devo fzr

Editor
Maisa Moschin
4 meses atrás
Reply to  Mariana

Olá Mariana,
Os sintomas da endometriose podem ser diversos, para realizar o diagnóstico e tratamento adequado é necessário uma avaliação.
Agende um horário com nossa clinica.
Ligue em um de nosso telefone ou nos chame no WhatsApp.
(31) 2102-6363
(31) 99650-0786

Obrigada!

Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco

Comunicado

SARS Cov-2 (COVID 19): vacinas, reprodução assistida e grávidas
• Posição atual conjunta •

03 de fevereiro de 2021

Grandes avanços dos estudos colaborativos incluem hoje pelo menos 85 vacinas pré-clínicas em investigação ativa em animais, 65 em ensaios clínicos em humanos, com 20 vacinas que chegaram aos estágios finais de testagem, sendo 12 já em uso em diferentes países/situações. As principais vacinas disponíveis estão constituidas por partículas de RNA mensageiro (Pfizer-Biontech e Moderna), vírus inativado (CoronaVac,Sinopharma e Covaxin, Bharat Biotech), com adenovirus (Oxford-AstraZeneca, Johnson&Johnson e Sputnik V, Gamaleya).

A pandemia segue, e neste momento a discussão se centraliza no uso das vacinas disponíveis e as pacientes submetidas às técnicas de reprodução assistida, grávidas e populações de risco entre as grávidas.

Nossas sociedades, avaliando também as diretrizes emitidas por sociedades mundiais como a ESHRE, a ASRM, a IFFS e a ACOG (SOGC), consideram que dentro da disponibilidade possível:

1) A vacinação tem efetividade e não induz a risco aumentado de contrair a infecção por Covid 19. Embora ainda não hajam estudos humanos de longo prazo sobre a vacinação contra Covid-19 e gravidez, nenhuma das vacinas contém vírus Sars Cov-2 vivo.

2) Para indivíduos vulneráveis,que apresentam alto risco de infecção e / ou morbidade por COVID-19, dentre os quais estão as grávidas, não receber a vacina supera o risco de ser vacinado, previamente ou durante a gravidez. Inclui-se ainda neste grupo os profissionais de saúde e aqueles outros, de linha de frente, com maior risco de exposição.

3) Não há razão para atrasar as tentativas de gravidez ou tratamentos de reprodução assistida quando de vacina não disponível ou se pacientes fora de grupos de risco.

4) Decisões da utilização (ou não) das vacinas devem ser compartilhadas entre pacientes e médicos, respeitando-se os princípios éticos de autonomia, beneficência e não maleficência.

5) Esta informação sobre vacinas deve ser incluidas como um termo específico em um consentimento informado já existente. Red Latinoamericana de Reproducción Asistida – REDLARA

6) Seguirão atualizações, a cada momento que novos conhecimentos solidifiquem os dados atuais.

  • REDLARA - Red Latinoamericana de Reproducción Asistida
  • SBRA - Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida
  • SAMeR - Sociedad Argentina de Medicina Reproductiva
  • AMMR - Asociación Mexicana de Medicina de la Reproducción
  • PRONÚCLEO - Associação Brasileira de Embriologistas em Medicina Reprodutiva
  • SAEC - Sociedad Argentina de Embriología Clínica
  • SOCMER - Sociedad Chilena de Medicina Reproductiva
  • ACCER - Asociación de Centros Colombianos de Reproducción Humana
  • SURH - Sociedad Uruguaya de Reproducción Humana
  • AVEMERE - Asociación Venezolana de Medicina Reproductiva y Embriología

Referências
2
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x