Fechar
Icone Newsletter
Endometriose | Conheça os sintomas e tratamentos

Garanta o seu e-book grátis sobre endometriose agora e saiba tudo sobre os sintomas e os tratamentos existentes.

Clique aqui e confira mais e-books gratuitos como, Entenda a infertilidade feminina e guia sobre a fertilização in vitro.
Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 99827-2517 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850

agendamento de consulta

Síndrome de Asherman e sinéquias uterinas, qual a relação com a infertilidade?

Síndrome de Asherman e sinéquias uterinas, qual a relação com a infertilidade?

Sinéquias uterinas são aderências localizadas dentro da cavidade endometrial, isto é, dentro da camada interna do útero, que é onde o embrião se fixa para que ocorra a gravidez.

Quando as aderências acontecem de forma maciça, chamamos de síndrome de Asherman.

Neste artigo, vamos entender um pouco mais sobre essa condição, suas causas, sintomas, tratamento e como ela interfere na fertilidade da mulher. Continue conosco!

O que são sinéquias uterinas?

As sinéquias uterinas são aderências localizadas no interior do útero. Elas fazem com que um lado da parede interna se fixe ao outro lado, modificando a estrutura e função.

De acordo com a Sociedade Europeia de Endoscopia Ginecológica, essa patologia é classificada em cinco principais tipos, e o tratamento depende do grau dessa classificação. São eles:

Como é feito o diagnóstico?

Pode ser feito com o auxílio da histerossalpingografia ou, preferencialmente, da histeroscopia, exame mais indicado, pois permite a visão direta e o tratamento.

Quais as causas do problema?

As aderências são causadas por traumas intrauterinos, como:

Quais são os principais sintomas?

Na maioria dos casos, as sinéquias uterinas não causam sintomas, o que dificulta o diagnóstico precoce. Os sintomas mais comuns são:

Qual a relação entre as sinéquias uterinas e a infertilidade?

A presença de aderências dentro da cavidade uterina dificulta ou impede a fixação do embrião no útero, pois a sua anatomia e sua função estão comprometidas.

Contudo, é importante ressaltar que esse quadro de infertilidade pode ser revertido com o tratamento adequado.

Como é feito o tratamento?

As aderências devem ser retiradas com uma pequena tesoura, que é introduzida na cavidade endometrial com o histeroscópio. Assim, pela microcâmera do equipamento é possível identificar as aderências e removê-las com o uso da tesoura.

O resultado do tratamento depende da extensão das sinéquias. Quanto menor a quantidade de aderências, mais fácil o tratamento e melhor o resultado. Em casos mais extensos, pode ser necessária a realização de mais procedimentos.

Quanto antes o diagnóstico for feito, maiores as chances de recuperação total.

Quer ficar por dentro de outras informações sobre fertilidade e saúde sexual? Siga nossas páginas no FacebookGoogle+ e Instagram e não perca nenhum conteúdo!

Síndrome de Asherman e sinéquias uterinas, qual a relação com a infertilidade?
4.5 (90%) 2 votos

Compartilhe:

Tags:

Categorias:

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de

ÚLTIMA DO BLOG Ver todos os posts
Quais são os principais sintomas do aborto?

Uma em cada seis mulheres sofre aborto espontâneo, uma das complicações mais comuns do primeiro trimestre da gravidez. As causas mais comuns associadas à perda de gravidez são as malformações uterinas e as alterações genéticas. Em uma grande parte das […]

Leia mais
Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco