Fechar
Icone Newsletter
Endometriose | Conheça os sintomas e tratamentos

Garanta o seu e-book grátis sobre endometriose agora e saiba tudo sobre os sintomas e os tratamentos existentes.

Clique aqui e confira mais e-books gratuitos como, Entenda a infertilidade feminina e guia sobre a fertilização in vitro.
Fechar

Selecione uma unidade para enviar um Whatsapp:

Belo Horizonte - (31) 99827-2517 Juiz de Fora - (32) 98888-2776 Governador Valadares - (33) 98866-1706 Rio de Janeiro - (21) 99566-1850

agendamento de consulta

É possível identificar a gravidez pela temperatura basal?

É possível identificar a gravidez pela temperatura basal?

O sonho de engravidar está presente na vida de muitos casais, e muitas mulheres se preparam por um bom tempo para o momento de ser mãe. O que muitas pessoas não sabem é que existem vários indícios que essa gravidez tão esperada possa ter chegado.

A gravidez pode ser identificada por meio de testes, como o Beta-hCG e o exame de farmácia, mas também é possível descobrir se a mulher está grávida ou não por meio das mudanças na temperatura basal.

Neste texto, vamos explicar como isso acontece. Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe com a gente!

O que é a aferição da temperatura basal e como fazê-la

O método de aferição da temperatura basal não é muito conhecido no Brasil, mas é bastante utilizado em diversos países. Ele é realizado por meio da medição da temperatura pela boca, utilizando um termômetro comum na hora em que a mulher acorda.

É importante que a mulher não se movimente muito e faça a aferição antes mesmo de se levantar. Além disso, as medições devem ser realizadas no mesmo horário, criando uma rotina com um gráfico.

Por que essa variação de temperatura é importante

O corpo da mulher naturalmente passa por uma série de fases hormonais nos períodos de ciclo menstrual. A primeira fase ocorre quando acaba a menstruação, e então acontece um aumento de um hormônio chamado estrógeno.

A função desse hormônio é promover o crescimento dos folículos, para que posteriormente ocorra a ovulação. Quando inicia a segunda fase, o papel principal é da progesterona, que se torna responsável por manter o endométrio nutrido e preparado para acolher o embrião.

É aí que entra o papel da aferição de temperatura. A progesterona promove um aumento na temperatura corporal. Desse modo, se você fizer um monitoramento diário da temperatura do seu corpo, é possível perceber o aumento da temperatura e assim concluir que houve a produção da progesterona, que, por sua vez, só ocorre após a ovulação.

Como a gravidez é vista no gráfico de temperatura

Nos gráficos de temperatura, no período logo após a ovulação ocorre um aumento da temperatura, que começa a subir. Isso mostra que é provável que a ovulação tenha ocorrido e a progesterona já esteja preparando o endométrio.

Quando ocorre a gravidez, ou seja, ocorre a nidação do embrião no endométrio, a temperatura se mantém elevada, pois a produção de progesterona irá persistir.

Lembre-se sempre de que o ideal para ter certeza da gravidez é realizar um exame laboratorial atestando os níveis de Beta-hCG, mas o método da temperatura basal pode te dar uma boa ideia de todo o processo e te fazer conhecer ainda mais o seu corpo.

É possível identificar a gravidez pela temperatura basal?
Avalie esse artigo:

Compartilhe:

Tags:

Categorias:

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de

ÚLTIMA DO BLOG Ver todos os posts
Sangramento de escape: por que ele ocorre?

O ciclo menstrual pode variar de uma mulher para outra, sem que isso implique alguma doença. No intervalo entre um ciclo e outro pode acontecer o sangramento de escape, também conhecido como “spotting“. Você sabe o que é o sangramento […]

Leia mais
Faça seu agendamento

Proporcionamos um atendimento exclusivo exatamente como você merece.

AGENDE SUA CONSULTA
ENTRE EM CONTATO

Alguma dúvida sobre fertilidade?
Fale conosco